sexta-feira, 8 de junho de 2012

8 ANO A E B - A REPRESENTAÇÃO DO MOVIMENTO NA ARTE

A REPRESENTAÇÃO DO MOVIMENTO NA ARTE


     Um dos grandes desafios do desenho e da pintura é a representação dos corpos em movimento. Com o desenvolvimento das técnicas de representação durante o Renascimento, no século XV, os artistas perceberam que, pintando os corpos torcidos, em posições instáveis, o espectador era levado a imaginar o movimento. Outro artíficio para criar essa ilusão era exagerar nas dobras das roupas. Os desenhistas de histórias em quadrinhos usam corpos torcidos, roupas exageradamente dobradas e ainda acrescentam um rastro, isto é, uma linha que indica de onde vem o movimento.
    No início do século XX, os artistas modernos inventaram novas formas de representar o movimento. Os cubistas, por exemplo, desenhavam um mesmo objeto ou pessoa de vários ângulos. sobrepondo as imagens, o que aumentava a dinâmica das representações. Para os futuristas, um grupo de artistas que surgiu na Itália por volta de 1909, o movimento era uma das questões centrais. Eles pesquisaram várias maneiras de representá-lo, até mesmo na escultura. Na arte até hoje, representar o movimento não é mais um desafio. Com um programa de animação ou câmera de vídeo nas mãos, os artistas podem inciporar todo tipo de ação em suas produções.

Nenhum comentário:

Postar um comentário